Procura – se

“Estou procurando por um tal de amor. Me disseram que ele se perdeu na esquina das Macieiras à meia noite de uma quinta feira. Não sei ao certo como o amor se perdeu, se foi sozinho ou se levaram-no, porque eu não estava em casa. Na verdade, eu estava na Rua do Café e não me preocupava pois um dia me disseram que o amor sempre estaria em casa quando eu voltasse e encontraria-se feliz quando eu chegasse, mesmo cansada, com os pés sujos e a garganta ardendo com o sabor amargo de uma cerveja barata. Continuar lendo “Procura – se”

Uma história de aMoR

“Essa é uma história meio diferente das histórias que vocês estão acostumados a ler por aí. Não que ela tenha um final diferente, ou um fato surpreendente. Essa é a história de um amor, que de tão clichê tornou – se lindo. Ela era calma, ele um poço de agitação. Ela era praia, ele cinema. Ela era rock, ele blues. Ela era França, ele Itália. … Continuar lendo Uma história de aMoR

“Eu sei que é você” 

“Sempre achei essas histórias de filmes e livros muito clichês. Logo eu, que era encantada com o perfume da vida. Sinceramente, não esperava que você fosse aparecer e estragar todos os meus planos de continuar sã e consciente. Eu percebi que as coisas começaram a mudar quando me peguei fazendo planos mentais para conseguir esbarrar com você, em algum canto ou em uma esquina por … Continuar lendo “Eu sei que é você” 

“E não esquece de mim…”

Eu me lembro de prometer não escrever (nunca mais) algum texto que não seria lido. Escrever um texto à alguém que nunca irá ler é o mesmo que enviar uma carta sem um remetente. Eu me lembro de ter ficado acordada em algumas noites de insônia pensando em talvez te escrever, ou te mandar alguma mensagem dizendo como sinto a sua falta. Mas… Eu sei … Continuar lendo “E não esquece de mim…”